br(eat)hing,

Projeto Borboleta

15:20 Drika RiLi 3 Comments

Talvez isso não signifique nada para você, mas pode significar muito para alguma pessoa. Se você concorda, repasse para alguém que possa precisar. Se não, apenas respeite.

AS REGRAS SÃO:

    1. Quando você sentir vontade de se cortar, comer muito para aliviar a tristeza, de se mutilar ou de se ferir de alguma maneira, pegue uma caneta ou canetinha e desenhe uma borboleta na sua mão ou no seu braço.
    2. Dê á borboleta o nome de alguém que você ama ou quer ver você melhor.
    3. Você tem que deixar a borboleta desaparecer naturalmente. NÃO a tire da pele lavando.
    4. Se você se cortar ou se ferir propositalmente antes da borboleta ter ido embora, você a matou; Se você não fizer isso, ela vive.
    5. Se você já tiver mais de uma borboleta, qualquer auto-ferimento mata todas.
    6. Outra pessoa pode desenhá-las em você. Essas borboletas são MUITO especiais, tome conta delas.
    7. Mesmo que você não se auto-flagele, se sinta livre para desenhar uma borboleta para mostrar seu apoio. Se você fizer isso, dê a ela o nome de uma pessoa que você conhece e que se machuca pra exteriorizar a dor ou está sofrendo agora, e diga a ela. Isso pode ajudar.

Isso dói tanto, que a dor começa a virar física, e você não pode impedir, as coisas começam a ir por um caminho onde não há mais volta, você grita por socorro, deixa pistas por todas as partes, mas ninguém vê, ninguém ouve os seus gritos. Tuas lágrimas são facilmente disfarçadas por sorrisos falsos, mas ninguém percebe.  É tudo muito maior do que ousam suspeitar, a dor está lá, possuindo completamente uma alma sem rumo, as coisas estão ficando fora do controle. Tome sua posição: ajude ou saia fora, não existem meio termos em questões de vida ou morte. Hoje está um dia tão cinza, tão dramático, tão incompreendido, cheio de sombras e de fantasmas, talvez a loucura já esteja me atormentando também. Uma linda e inútil borboleta voa pelos pensamentos alheios, ela não mereceria tanta dor."

You Might Also Like

3 comentários:

  1. Eu, sinceramente, sou do tipo de cara que subestimo essas iniciativas.
    Sim, provavelmente sou daquele tipo "insensível", mas você dri tem me feito olhar essas coisas com outros olhos, o quanto essas coisas pequenas podem ajudar quem precisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredite, já me ajudou. A gente ganha mais força quando sabe que tem alguém que se importa, principalmente quando a gente está pra fazer alguma besteira e lembra dessa pessoa.

      Excluir
  2. Eu acho isso muito importante, pois acho que, quanto mais formas de diminuir a dor de uma pessoa existirem melhor. Pode parecer bobo e simples, mas eu acredito em coisas simples que podem fazer grandes mudanças. Te parabenizo pela iniciativa amor. VC é um grande exemplo de força <3

    ResponderExcluir