Livros,

Resenha: De Volta Aos Quinze - Bruna Vieira

01:07 Drika Rili 2 Comments


Título: De Volta Aos Quinze
Autora: Bruna Vieira
Editora: Gutenberg
Páginas: 224

Quem conhece a agora autora Bruna Vieira já deve ter ouvido falar de seu primeiro livro que leva o nome do seu blog, o Depois dos Quinze. Se você já leu e gostou do primeiro livro dela, provavelmente vai gostar do novo romance, De Volta aos Quinze, o primeiro da trilogia Meu Primeiro Blog. O novo livro da Bruna Vieira, um romance infanto juvenil, tem uma leitura leve e gostosa, no maior estilo chick-lit e teen, ideal para quem quer um livro pra se distrair. Não é um livro adulto, visto que a própria Bruna ainda não teve tempo para amadurecer como escritora, mas é uma leitura deliciosa e que nos prende do inicio ao fim (devorei o livro em poucos dias).


Anita é uma mulher de 30 anos que tem uma vida desanimadora, do jeito que ela nunca imaginou que estaria. Ela sente que só fez escolhas erradas e que, além de não estar feliz, só decepcionou todos que acreditaram nela. Depois de uma situação de grande stress, ela encontra o seu primeiro blog, escrito quando ela só tinha 15 anos, apenas com um post. Quando termina de ler o que havia escrito a tantos anos, sua vida muda completamente e ela se vê no passado, presa em seu corpo adolescente e tendo que enfrentar seus medos juvenis novamente. Anita passa a viver situações entre o passado e o presente, porém cada ação sua é capaz de mudar toda a sua vida. Agora, além de lidar com seus problemas do dia a dia, ela tem que descobrir como agir em relação ao que mudou, sendo que não só sua vida é afetada pelas intervenções no passado.


Nossa protagonista tem características muito familiares. É do interior de Minas Gerais, se mudou para São Paulo, mora sozinha com sua gatinha preta e tinha vários complexos na época do Ensino Médio. Podemos perceber que ela herdou muito de sua criadora, sem contar nas inúmeras referências a músicas, filmes entre outros, que são a cara da autora. Pequenos pedaços da própria Bruna Vieira estão marcados em Anita, uma mulher de 30 anos com uma mentalidade muito inferior ao que lhe condiz. Sua postura e atitudes não são de uma adulta, e sim de uma menina de 15 anos tanto no passado quanto no presente. Sem nos dizer muitos detalhes de como ela era fisicamente e falar mais sobre a sua vida, acaba parecendo que a Bruna e a Anita são uma só.


Apesar disso, é um livro fofo e nos proporciona uma leitura boa e divertida, deixando um gostinho de quero mais. O bom é que teremos mais! Muitas viagens no tempo, amizades balançadas e relações familiares complicadas ainda estão por vir nos próximos dois livros. Agora é esperar para descobrir o que o futuro (e o passado) reservam para Anita.



You Might Also Like

2 comentários:

  1. Por que diabos você lê livros infanto-juvenis? Você tem 20 anos na cara.

    ResponderExcluir
  2. Leio porque gosto. Não é porque tenho 21 anos que não posso ler infanto-juvenil ou até infantil, assim como não é porque tenho 21 anos que só posso ler livros "de adulto".

    ResponderExcluir